O Hospital

Atendimento

Central de Atendimento (PABX)

(34) 3239-0233

Pronto Atendimento (24h)

(34) 3239-0123

Oncologia/Hematologia

(34) 3239-0300

Certificações

Santa Genoveva em destaque

19/01/2017

Calcificação Mamária

#ORIENTAÇÃO #CALCIFICAÇÃO #MAMARIA
As calcificações em nosso organismo representam a transformação mais frequente, e podem ser encontradas em qualquer órgão. São depósitos de cálcio provenientes do sangue, que se formam, nos tecidos, por modificações de acidez no local. Podem ser classificadas em benignas, intermediárias e provavelmente malignas. Calcificações da pele da mama, vasculares com aspecto de paralelas, tubulares ou lineares, grosseiras, bastonetes redondas, são tipicamente benignas. Também são sem significado clínico, as calcificações em “casca de ovo” encontradas na necrose gordurosa da mama e paredes de cistos; leite de cálcio frequente em cistos; calcificações distróficas em mamas irradiadas ou após trauma; calcificações de suturas, lineares ou tubulares e puntiformes, ovais ou arredondadas.
As intermediárias, são amorfas, frequentemente redondas ou em flocos, pequenas ou duvidosas para terem determinação no padrão de forma.
As calcificações lineares, segmentares, são sugestivas de depósitos intraductais; quando ramificadas, sugerem câncer multifocal. .
São cinco as classes dos resultados de mamografias: classe 1 – negativos; classe 2 – benigno; classe 3 – possivelmente benigno; classe 4 - suspeita; classe 5 – positividade. As biópsias poderão ser feitas com agulha ou por mamotomia com agulhamento prévio, orientado pela ultra sonografia ou mamografia.

« voltar