O Hospital

Atendimento

Central de Atendimento (PABX)

(34) 3239-0233

Pronto Atendimento (24h)

(34) 3239-0123

Oncologia/Hematologia

(34) 3239-0300

Certificações

Notícias

27/11/2017

12 dicas para fazer escolha da maternidade para o seu parto

Durante a gravidez a futura mamãe passa por um turbilhão de emoções e parece que todas as decisões estão contra o tempo. São milhares de coisas para resolver e escolher. Se enumerarmos algumas é preciso definir a decoração do quarto e escolher todo o enxoval. Mas não podemos deixar para a última hora a escolha que podemos dizer ser uma das mais importantes: a escolha da maternidade.

Dar à luz a um bebê é um dos momentos mais importantes da vida de uma gestante, que a fará renascer como uma nova mulher e, por isso, essa decisão precisa ser bastante acertada. Para te ajudar, reunimos 12 dicas para auxiliá-la na escolha da maternidade.

 

Meu plano de saúde inclui a escolha da maternidade?

Logo no início da gestação é preciso checar a cobertura do seu plano de saúde. Está incluso o plano para obstetrícia e maternidade? Ainda há tempo para incluir? Caso não haja, você ou sua família dispõe do dinheiro para pagar? É importante salientar que o plano de saúde da mãe deve assistir o bebê pelo menos 30 dias após seu nascimento.

 

E agora, doutor?

Primeiramente, lembre-se de certificar se seu obstetra poderá fazer o parto pelo seu convênio. É importante salientar que é ilegal a cobrança de qualquer taxa para garantir que ele esteja presente no momento do parto.

escolha da maternidade vai muito além da beleza externa, é necessário ser adequada para qualquer eventualidade. Por isso, pergunte ao médico quais são as mais indicadas.

 

A importância das acreditações

Quando o hospital possui alguma certificação de acreditação, indica que a prestação dos serviços são confiáveis com qualidade. Geralmente, essas informações estão disponíveis nos sites dos hospitais.

A Organização Nacional de Acreditação (ONA), por exemplo, foca principalmente na segurança dos pacientes, envolvendo o acompanhamento das barreiras de segurança e desempenho dos protocolos implantados.

 

Como chegar?

Principalmente nas grandes cidades, é preciso levar em consideração o trânsito e quão longe é o caminho até a maternidade. Uma dica é fazer o caminho algumas vezes, com rotas alternativas.

 

Faça valer a opinião alheia

O que grávida mais escuta na vida são os palpites intermináveis, mas para a escolha da maternidade as opiniões de outras mães são sempre válidas. Pergunte os pontos que mais gostaram e quais ficaram a desejar. Assim, você terá mais subsídios na hora de decidir.

 

Faça uma visita

Para saber se escolheu a melhor maternidade é necessário visitar as opções disponíveis. Saiba como elas funcionam e como são as instalações. É importante que você sinta-se acolhida.

 

O que deve ser analisado

Quando for visitar as maternidades não deixe de observar toda a estrutura da maternidade e o quarto/enfermaria, bem como o serviço e tratamento por parte dos médicos e enfermeiros. Certifique-se também se poderá ser acompanhada no momento do parto, esse é um direito garantido por lei.

 

Preparação em caso de emergência

Durante a escolha da maternidade é importante optar por uma que tenha suporte de UTI adulta e neonatal. Mesmo em gestações saudáveis, imprevistos podem acontecer e é necessário contar com esses serviços por segurança.

 

A maternidade oferece o tipo de parto que você deseja?

Pode parecer um assunto irrelevante, mas durante a gestação sempre pesquisamos sobre qual o tipo de parto é o mais adequado à nossa realidade. Por isso é necessário saber o tipo de parto escolhido é realizado na maternidade escolhida e quais os índices de violência obstétrica.

 

Parto seguro

Ter o filho nos braços após o parto é o que toda mãe quer, sempre pensando que tudo ocorra da mais segura e melhor maneira para ela e, principalmente, para o bebê. Pensando nisso, a Organização Mundial de Saúde (OMS) criou, em 2012, um check-list de parto seguro, visando a segurança dos pacientes. São quatro momentos importantes, que vão da admissão da mãe no centro cirúrgico, até o momento da alta.

 

Relacionamento com os profissionais

Ser bem educado é obrigação de quem lida com pessoas todos os dias. Principalmente quando estamos falando de mulheres que acabaram de dar à luz e estão passando por um momento conturbado. É necessário avaliar se o corpo clínico e enfermeiros são pacientes e dispostos a te atender da melhor maneira possível.

 

Escute seu médico

Leve sempre em consideração a opinião do seu médico. Ele é a pessoa responsável pela segurança da sua gestação e certamente ele terá uma opinião sobre a melhor escolha para você.

 

Com essas dicas você certamente conseguirá fazer a escolha da maternidade ideal para a sua realidade.

« voltar